gallery/a2
ASSOCIAÇÃO ANTIALCOÓLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

 

hino A.A.E.S.P                         

 

 

 

 

HINO DA A.A.E.S.P.

 

Letra: Donato P. Bernardes.

Música: Diva P. Bernardes.
Partitura: Oswaldo Schmiti.

 

EXCELSA É A VITÓRIA
DA NOSSA ASSOCIAÇÃO
COM MUITOS ANOS DE GLÓRIA
LUTANDO COM DEVOÇÃO

 

AOS NOTÁVEIS FUNDADORES
NOSSA ETERNA GRATIDÃO
AOS SEUS BRAVOS SUCESSORES
PELA SUA ELEVAÇÃO

 

(refrão)
AO POVO BANDEIRANTE
SAUDAMOS COM VIBRAÇÃO
E TAMBÉM AOS INTEGRANTES
DA NOSSA ASSOCIAÇÃO

 

NOSSA LUTA É SOBERANA
É REGIDA PELO AMOR
PREZAR A VIDA HUMANA
SUAVIZAR A SUA DOR

 

DE LAGRIMAS E TRISTEZAS
NOSSO LAR FOI PONTILHADO
HOJE TEMOS A CERTEZA
ESTAMOS RECUPERADOS

 

SE A VIDA VALE UM TESOURO
NÃO FAÇA DELA UMA SUPLÍCIO
SEJA FORTE E CORAJOSO
ABANDONANDO O SEU VÍCIO.

.

hino NACIONAL                      

 

 

 

 

HINO NACIONAL BRASILEIRO

 

Poema: Joaquim Osório Duque Estrada.
Música: Francisco Manoel da Silva.

Instrumentação: Antônio Pinto Junior.

 

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do novo mundo!
Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores".
Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil! .